• Comunicame

Se você acredita que o outro te completa a relação já deu errado

Artigo Cliente Comunica me - Vitor Friary - Psicólogo e Especialista em Mindfulness


Uma relação onde você acredita que você só está completo e feliz quando o outro está em sua vida coloca você em uma posição de vulnerabilidade, co-dependência, e aí é quando tudo começa a ir ladeira abaixo.

Eu adoro filme romântico. Choro, me emociono, fantasio e até me ponho a rir nos momentos de desencontros tão comuns nas histórias de cinema. É muito comum quando assistimos esses filmes momentos em que as personagens dizem umas para as outras, “Eu não consigo viver sem você”, ou então aquela famosa frase, “Você é tudo o que faltava para eu ser feliz”. 

A mocinha nos fins desse tipo de filme sempre falam isso para os rapazes, e é nesse momento que aquela pipoca que eu estou comendo passa seca na garganta. Essa forma de pensar sobre o outro em nossas relações é uma ideia que funciona mesmo no cinema, porque na vida real essa maneira de ver o outro pode amargar o nosso bem estar e equilíbrio interior. Você vai ficar dependente, mendigando o amor do outro constantemente, terrivelmente com medo de ficar sozinho, o que não é ingrediente bom para nenhuma relação saudável. 


Artigo Cliente Comunica me - Vitor Friary - Psicólogo e Especialista em Mindfulness

Na verdade o que você precisa é se soltar dessa tendência de pensar que o outro tem a solução para a sua felicidade, respirar fundo, endireitar a sua postura e calmamente abrindo espaço para a confiança de que tudo o que você precisa é de você mesmo. Quando você pratica a atitude de que você já é completo, com parceiro ou sem parceiro, ainda que a sua mente não acredite nisso às vezes, você começa a se re-alinhar em uma direção mais fluida e saudável de relação. 


 Esse senso de plenitude pode ser cultivado através de um diálogo interno consigo mesmo e acentuado através de práticas meditativas que busquem estabelecer em você mais auto-confiança e desapego. Para além disso é importante que você seja verdadeiro consigo mesmo dentro da relação: expressando com honestidade o que você sente, fazendo pedidos do que você precisa, e se posicionando com firmeza sempre que necessário sem ficar amarrado pelo medo da rejeição ou do abandono. 


Repita isso principalmente no exato momento em que você notar que está se tornando dependente dele ou dela. “Eu já sou completo". “Eu já sou completo”. “Eu já sou completo”. E sua consciência então vai se desprender do medo de estar sozinho e você se tornará naquele instante mais crente de que você mesmo é já inteiro e completo, aqui e agora .

69 visualizações

Contato

Vamos conversar para entender o que

podemos fazer por você 

Avenida Pasteur, 110, 7 andar, Botafogo

Rio de Janeiro, RJ - Brasil 

Whatsapp (21) 97986-5029
 

Fale conosco